20.9.07

Pompeiopolis de Paflagónia

Pompeiopolis de Paflagónia

Escavações recentes na cidade antiga de Pompeiopolis, uma cidade romana localizada em Taşköprü, na província de Kastamonu, no norte da Turquia, revelaram um fórum e um templo do imperador romano Augusto.
Já foram descobertos outros templos de Augusto na Turquia, um em Ancara e outro em Pérgamo, mas este é o que se encontra melhor preservado.
Pompeiopolis era uma cidade-estado romana da antiga Paflagónia, situada actualmente em Taşköprü, na província de Kastamonu. A localização exacta é a 45 km a norte de Kastamonu, no vale conhecido actualmente como Gökırmak, e cujo nome romano seria Amnias ou Amneus.
Pensa-se que Pompeiopolis terá sido estabelecida pelo político e general romano Pompeio (Cnaeus Pompeius Magnus) em 64 a.C, e foi anexada aos principados vassalos da Paflagónia. Em 6 a.C, depois da morte de Deiotaros Philadelpho, o último rei da Paflagónia, foi anexada à Galácia, província do Império Romano. A cidade desenvolveu-se durante este período, tendo sido a metrópole da Paflagónia durante os reinados de Antonino Pio e Galiano. A cidade foi denominada Sebaste durante um curto período, no governo de Cláudio Severo, conforme provam algumas moedas desse período.
Para além das descobertas recentes, os vestígios da cidade também consistem numa acrópole, sepulturas escavadas na rocha, mamoas, uma ponte e restos de casas com pavimentos revestidos com mosaicos.
Pensa-se que Pompeiopolis foi abandonada no final do século VI ou princípio do século VII d.C, após ataques persas ou de tribos árabes, e devido à reorganização da província operada pelo imperador bizantino Justiniano. Talvez fruto dessa reorganização, Pompeniopolis recebeu o título de arquidiocese, que manteve até ao século XIV. Os Turcos seljúcidas conquistaram a região no século XI.
As primeiras escavações no local foram realizadas em 1910 e revelaram algumas colunas e mosaicos. Contudo, um fogo devastador que eclodiu em 1927 na área residencial vizinha, danificou bastante as ruínas.
Muitos dos artefactos exumados nas escavações arqueológicas estão actualmente em exibição no Museu Arqueológico de Kastamonu.